O que é copywriting: O guia completo para escrever textos que vendem

O que é copywriting? Se você já se perguntou como alguns textos conseguem atrair a atenção do leitor e levá-lo a realizar uma ação, como clicar em um botão ou comprar um produto, então você está no lugar certo.

O copywriting é a arte de escrever textos persuasivos que incentivam o leitor a agir de uma maneira específica. Neste artigo, vamos explorar as técnicas de copywriting e como elas podem ajudar a melhorar o desempenho do seu marketing de conteúdo e vendas online.

O que é copywriting

O QUE É COPYWRITING?

Copywriting é a técnica de escrita persuasiva que tem como objetivo convencer o leitor a realizar uma ação, seja ela comprar um produto, se inscrever em uma lista de e-mails ou clicar em um link. É uma habilidade essencial para quem trabalha com marketing de conteúdo e vendas online.

Existem diversas técnicas de copywriting que podem ser aplicadas em um texto persuasivo, como usar gatilhos mentais, contar histórias, enfatizar benefícios, entre outras. É importante conhecer essas técnicas para conseguir escrever textos que gerem resultados.

O copywriting também é importante para a otimização de SEO de um site ou blog. Utilizando palavras-chave relevantes e técnicas de copy, é possível escrever textos persuasivos que também sejam bem posicionados nos mecanismos de busca.

O marketing de conteúdo é uma estratégia que utiliza o copywriting para criar conteúdos relevantes e persuasivos que atraiam e engajem o público-alvo. Combinando técnicas de copy e marketing de conteúdo, é possível criar uma estratégia efetiva de vendas online.

TÉCNICAS DE COPYWRITING

Existem diversas técnicas de copywriting que podem ser utilizadas para criar textos mais persuasivos e impactantes. Aqui estão algumas delas:

  1. GATILHOS MENTAIS: Os gatilhos mentais são técnicas psicológicas que ajudam a persuadir o leitor. Alguns exemplos de gatilhos mentais são a urgência, a escassez, a prova social, a reciprocidade e a autoridade.
  2. PERSONAS: As personas são personagens fictícios que representam o público-alvo de um texto. Elas ajudam a criar um texto mais personalizado e direcionado ao leitor.
  3. TÍTULOS IMPACTANTES: O título é a primeira coisa que o leitor vê ao acessar um texto. Por isso, é importante criar títulos impactantes que chamem a atenção e despertem a curiosidade.
  4. STORYTELLING: O storytelling é uma técnica que consiste em contar uma história para envolver e emocionar o leitor. Uma boa história pode ser uma ótima maneira de persuadir o leitor.
  5. CALL TO ACTION: O Call to Action é a chamada para a ação. É o momento em que o autor do texto pede que o leitor faça algo, como clicar em um botão, preencher um formulário ou comprar um produto.

Gatilhos mentais

Uma das principais habilidades que um copywriter deve ter é a capacidade de utilizar gatilhos mentais em seus textos. Os gatilhos mentais são técnicas psicológicas que influenciam o comportamento das pessoas, e são muito eficazes para persuadir o leitor a tomar uma ação específica, como clicar em um botão, comprar um produto ou se inscrever em uma lista de email.

Alguns exemplos de gatilhos mentais que podem ser utilizados no copywriting são:

  • Escassez: quando um produto ou serviço é apresentado como algo raro ou limitado, as pessoas tendem a valorizá-lo mais e a agir rapidamente para aproveitar a oportunidade.
  • Autoridade: quando um especialista ou autoridade no assunto recomenda ou endossa um produto, as pessoas tendem a confiar mais e a considerar a compra.
  • Prova social: quando outras pessoas já usaram ou compraram um produto, isso pode ser um sinal de que é seguro e eficaz, o que pode aumentar a confiança e a disposição para comprar.
  • Urgência: quando um produto ou oferta é apresentado como uma oportunidade que vai acabar em breve, as pessoas tendem a se sentir pressionadas a agir rapidamente para não perder a chance.
  • Reciprocidade: quando as pessoas recebem algo de valor gratuitamente, elas tendem a se sentir mais inclinadas a retribuir, o que pode aumentar a disposição para comprar ou se inscrever em uma lista de email.

Para utilizar esses gatilhos mentais em seus textos de copywriting, é importante conhecer o público-alvo e entender o que pode ser mais eficaz para persuadi-los. Além disso, é importante utilizar esses gatilhos de forma ética e transparente, sem enganar ou manipular o leitor.

Um exemplo de gatilho mental no copywriting é o da escassez. Ao mostrar que um produto ou serviço tem uma quantidade limitada de disponibilidade, ou que a oferta tem um prazo para acabar, é possível estimular a ação do potencial cliente, criando um senso de urgência em relação à compra.

Estilo de vida do laptop: Seu mundo, seu escritório.

Imagine transformar cada canto de cafeteria, banco de praia ou mesa de casa em um paraíso produtivo. Junte-se à revolução dos trabalhadores remotos . Explore como pode ser simples construir seu império em qualquer lugar. Clique aqui e comece hoje mesmo! 

Por exemplo:

“Últimas unidades disponíveis! Garanta agora o seu antes que acabe”. Esse tipo de mensagem pode criar um senso de urgência e incentivar o cliente a tomar a ação de compra imediatamente.

Personas

As personas são perfis semi-fictícios que representam os clientes ideais de um produto ou serviço. Essas personas são criadas a partir de pesquisas de mercado, análises de comportamento e outras informações que permitem traçar um perfil mais detalhado do público-alvo.

No copywriting, as personas são fundamentais para criar mensagens que sejam mais direcionadas e efetivas.

Como utilizar as personas no copywriting?

Ao conhecer as personas, é possível adaptar a linguagem, o tom e as abordagens de marketing para que sejam mais adequados ao público-alvo. Isso pode incluir a utilização de palavras-chave específicas, o uso de gatilhos mentais que são mais efetivos para aquela persona, e até mesmo a escolha de cores e imagens que tenham mais apelo para esse público.

Como criar personas para o copywriting?

Para criar personas efetivas, é importante começar com uma pesquisa de mercado que permita coletar informações sobre o público-alvo. É possível utilizar questionários, entrevistas e outros métodos para obter essas informações.

A partir daí, é possível criar perfis detalhados que incluam informações demográficas, interesses, desafios e objetivos daquela persona.

 A importância das personas no sucesso do copywriting

As personas são fundamentais para o sucesso do copywriting, já que permitem criar mensagens mais direcionadas e efetivas para o público-alvo.

Ao criar mensagens que sejam mais relevantes e adequadas às personas, é possível aumentar a taxa de conversão, melhorar o engajamento do público e, consequentemente, alcançar melhores resultados em termos de vendas e outros objetivos de marketing.

Exemplo:

Imagine que você esteja escrevendo um artigo para promover um curso de culinária. Com base nas suas pesquisas, você identificou duas personas principais:

A primeira é uma mulher de 30 anos, solteira, que trabalha como advogada e não tem muito tempo livre, mas gostaria de aprender a cozinhar pratos rápidos e saudáveis para ter uma alimentação melhor.

A segunda é uma mãe de 40 anos, casada, que gosta de cozinhar para a família e quer aprimorar suas habilidades na cozinha, aprendendo receitas mais elaboradas e sofisticadas.

Com base nessa informação, você pode criar textos específicos para cada uma dessas personas. Por exemplo, para a primeira persona, você pode usar um tom mais prático e objetivo, destacando a praticidade e a rapidez das receitas do curso, além dos benefícios para a saúde.

Já para a segunda persona, você pode enfatizar a possibilidade de aprender receitas mais sofisticadas e impressionar a família e os amigos com seus dotes culinários.

Assim, ao usar personas no copywriting, você consegue se comunicar de maneira mais efetiva com o seu público-alvo, criando mensagens que realmente ressoem com seus interesses e necessidades.

Títulos impactantes

O título é a primeira impressão que o leitor tem do seu texto e é crucial para atrair a atenção e despertar o interesse. Portanto, é importante saber criar títulos impactantes no copywriting.

Veja algumas dicas:

  1. Seja claro e objetivo O título deve ser claro e objetivo, sem deixar dúvidas sobre o que o leitor irá encontrar no conteúdo. Utilize palavras-chave e uma linguagem direta e simples.
  2. Crie uma promessa Os títulos que prometem soluções para um problema ou oferecem benefícios tendem a ser mais impactantes. Por exemplo, “Aprenda a ganhar dinheiro na internet” ou “10 dicas para aumentar suas vendas”.
  3. Use gatilhos mentais Os gatilhos mentais podem ser utilizados nos títulos para despertar emoções e curiosidade no leitor. Por exemplo, “Descubra o segredo dos grandes empreendedores” ou “O que a ciência diz sobre o sucesso”.
  4. Faça perguntas Os títulos em forma de pergunta podem ser interessantes para chamar a atenção do leitor e fazer com que ele se identifique com o conteúdo. Por exemplo, “Você sabe como melhorar sua produtividade?”.
  5. Utilize números Os números chamam a atenção e dão uma sensação de organização e facilidade na leitura. Por exemplo, “5 passos para criar uma campanha de marketing eficiente” ou “As 10 tendências do mercado para o próximo ano”.
  6. Teste e avalie Por fim, é importante testar diferentes títulos e avaliar qual deles tem mais impacto e gera mais engajamento com o público. Use ferramentas de análise de métricas para verificar a efetividade dos seus títulos e ajustá-los conforme necessário.

Exemplos:

A seguir, listamos alguns exemplos de títulos impactantes que podem ser utilizados em copywriting:

  1. “Descubra agora como dobrar sua renda trabalhando pela internet”
  2. “Aprenda em 30 dias o que os especialistas levam anos para dominar”
  3. “O segredo para conquistar a independência financeira finalmente revelado”
  4. “Por que 90% das pessoas falham em alcançar seus objetivos? Descubra a solução agora!”
  5. “A verdade chocante sobre o mercado financeiro que os bancos não querem que você saiba”
  6. “O guia definitivo para emagrecer de forma saudável e sem sacrifícios”
  7. “Como se tornar um líder de sucesso e inspirar sua equipe em apenas 5 passos”
  8. “O método revolucionário que vai transformar sua vida amorosa para sempre”
  9. “O segredo dos empreendedores de sucesso: a técnica que ninguém te conta”
  10. “O que os grandes líderes têm em comum? Descubra agora!”

É importante lembrar que, além de chamar a atenção do público, os títulos devem ser relevantes para o conteúdo que será apresentado. Além disso, é fundamental evitar a utilização de títulos sensacionalistas ou enganosos, que possam prejudicar a credibilidade do autor ou da marca.

Storytelling no copywriting

Storytelling é a arte de contar histórias, que tem sido utilizada por séculos para compartilhar ideias e conhecimento, criar empatia, inspirar e entreter. No copywriting, storytelling é a técnica de usar narrativas para capturar a atenção do público e vender um produto ou serviço de forma mais efetiva.

A importância do Storytelling

Ao contrário de anúncios comuns, que simplesmente apresentam um produto ou serviço e suas características, a técnica de storytelling no copywriting é usada para envolver emocionalmente o público e fazê-lo sentir-se conectado com a história que está sendo contada. Isso ajuda a criar uma conexão mais profunda e pessoal entre o público e a marca, aumentando a probabilidade de conversão.

Como usar o Storytelling

Para usar o storytelling no copywriting, é importante pensar em uma história que seja relevante para o produto ou serviço que está sendo vendido. A história deve ser envolvente e ter um personagem principal que seja fácil de se identificar. Além disso, é importante incluir elementos emocionais, como conflitos, desafios e superações, que ajudem a criar uma conexão com o público.

Exemplo de Storytelling

Imagine que uma empresa que vende produtos de beleza está lançando um novo hidratante facial. Em vez de simplesmente apresentar o produto e suas características, a empresa pode contar uma história sobre uma mulher que tinha problemas de pele seca e baixa autoestima, mas que depois de experimentar o novo hidratante, sua pele ficou mais macia e radiante, aumentando sua confiança e fazendo-a sentir-se mais bonita.

Call to action no copywriting

Call to Action (CTA) é uma técnica de copywriting que busca incentivar o leitor a realizar uma ação específica, como comprar um produto, se inscrever em uma lista de e-mails, seguir uma página nas redes sociais, entre outras.

Importância do Call to Action

Um bom CTA é essencial para o sucesso de uma estratégia de copywriting, pois é ele quem direciona o leitor para uma próxima etapa, aumentando a conversão e gerando resultados para o negócio.

Dicas para criar um Call to Action efetivo

Algumas dicas para criar um CTA efetivo são:

  1. Utilize verbos no imperativo, que transmitam uma sensação de urgência e ação imediata;
  2. Seja claro e objetivo sobre o que o leitor deve fazer;
  3. Utilize palavras positivas e motivadoras, que incentivem o leitor a realizar a ação;
  4. Destaque o CTA com uma cor diferente ou uma fonte maior, para chamar a atenção do leitor;
  5. Utilize frases que transmitam segurança e confiança, como “garantia de satisfação” ou “sem riscos”.

Exemplo de Call to Action:

“Não perca mais tempo, adquira agora mesmo o nosso curso completo de copywriting e comece a gerar resultados incríveis para o seu negócio! Clique no botão abaixo e garanta já a sua vaga!”

Outros exemplos muito utilizados:

  1. “Aproveite nossa oferta exclusiva e compre agora mesmo!”
  2. “Não perca mais tempo, faça o download gratuito do nosso ebook agora!”
  3. “Assine nossa newsletter e receba dicas exclusivas todas as semanas!”
  4. “Agende uma consulta hoje mesmo e descubra como podemos ajudá-lo(a)!”
  5. “Clique aqui para obter mais informações sobre nossos serviços e produtos!”

TÉCNICA e RESULTADO

TÉCNICARESULTADO
Gatilhos mentaisAumento das conversões em até 30%
PersonasMelhora na comunicação com o público-alvo
Títulos impactantesMaior taxa de abertura de emails e cliques
StorytellingMaior engajamento do leitor
Call to ActionAumento das conversões em até 50%

Conclusão:

Agora você sabe que é a habilidade de escrever textos persuasivos que atraem a atenção do leitor e o incentivam a tomar uma ação. Utilizando técnicas de copywriting e palavras-chave relacionadas, você pode melhorar o desempenho do seu marketing de conteúdo e aumentar as vendas do seu negócio online.

Lembre-se de usar estratégias de SEO e conhecer a psicologia do consumidor para criar textos mais efetivos e impactantes. Comece a aplicar essas técnicas agora mesmo e veja os resultados em seu negócio!

Leitura recomendada: Kit Copywriting Com 5 Livros